quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Verdejar

Tenho abandonado tudo isso aqui por boas causas. Tão boas que merecem uma oportunidade de ter sua identidade estampada em um texto aqui.

Gosto de marcar as fases da minha vida pelo que escrevo, pois quando releio sentimentos antigos, me transporto para um passado maltratado ou não. Posso recordar as cores que via, no que pensava, no clima, na chuva. Eu lembro de tudo.

Tudo que eu escrevo é parte do que eu vivo, do que eu penso e vejo. É parte de mim. Ele é parte de mim porque ele vive na minha cabeça.

Nenhum comentário: