quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Bernunça

Se tornar o bicho-papão nunca esteve nos meus planos, mesmo assim esse destino tem me perseguido desde o primórdios dos meus anos de adolescente.

O misto de curiosidade e medo.
Um passo à frente e quatro para atrás.

Está tudo bem, claro, com certeza.

Mas nunca vai estar.

Nenhum comentário: