domingo, 19 de agosto de 2012

Flutua

Parou no tempo mais uma vez. De um jeito diferente, porém. Um porém que já dura um mês. Trinta dias de invalidez e falta de contribuição para o Estado. Uma falta de resposta para o quesito 'ocupação'.

É sempre um momento de gastura e gastança. De contentamento e contensão.

Dá de crescer, também. Dá de girar o leme pra um novo norte.

Quantos nortes. Quanta interrogação.

Um break. Um boom.

Acorda cedo amanhã, menina, já chega de brincar de casinha.