segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Beco

O cheiro é extremamente forte, antes deixasse apodrecer por si só. A inútil tentativa de queimar os restos mortais daquilo que um dia foi bonito só acelerou e aproximou as sirenes de luzes piscantes.

O tempo para pensar é curtíssimo, mas parece uma eternidade até que a errante idéia de juntar o que sobrou do corpo chamuscado dentro de um saco de lixo apareça. O nojo é quase inexistente e a frieza é o que mais me chama atenção nesta visão triturante.

As pernas não respondem à necessidade excessiva de correr. Os pulmões não conseguem acompanhar o ritmo do coração, que bate acelerado. Os olhos marejados não são dissimulados, pela primeira vez em anos. O arrependimento derruba o frágil corpo que é constantemente perturbado por um cérebro mais perturbado ainda.

Talvez fosse melhor não ter tentado esconder os grandes pedaços de carvão orgânico. Não consegues perceber que foi só um adiamento?

Ouve, as sirenes se aproximam.

Nenhum comentário: